Segunda-feira, 29 de Outubro de 2007

A Endogamia na Natureza

ácaroContrariamente ao que seria de supor, o incesto não é "mal visto" por todas as criaturas. Por exemplo, os ácaros não ligam ao tabu do incesto. Em algumas espécies de parasitas, o macho acasala com as irmãs quando ainda está dentro da mãe, o que irá garantir a perpetuação dos genes. A endogamia não é necessariamente, sinínimo de deformação, apatia ou extinção. Há circunstâncias em que se pode tornar vantajosa e outras em que é inevitável. Os leões, apesar dos machos e algumas fêmeas abandonarem o gupo de origem, acabam frequentemente por acasalar com parentes próximos. As plantas de locais isolados recorrem à forma mais extrema de endogamia: a autofecundação. Significa isto que a endogamia é positiva para as espécies? De modo geral, a resposta é não, pois as mais endogâmicas podem não ter, a longo prazo, suficiente variabilidade genética para fazer frente às alterações ambientais. É por isso que surgiu há muito tempo, a própria reprodução sexual. Muitas espécies desenvolveram mecanismos sofisticados para evitar o incesto. Algumas flores dispõem de um complexo sistema de reconhecimento molecular do pólen para impedir a autofertilização e a fecundação por parentes próximos.
cão-da-pradaria Muitos animais jovens abandonam o grupo de origem ou são expulsos pelos pais. Entre os cães-da-pradaria, a presença do pai atrasa a maturidade sexual das filhas. Os machos de alguns símios costumam abandonar a família mas, se ficarem, nunca poderão acasalar com as mães, pois estas ocupam uma posição superior na hierarquia. Porém, a reacção mais drástica é a das abelhas: Elas fazem tudo para impedir o incesto. Quando nasce um macho fruto de um cruzamento endogâmico, as obreiras matam-no, sem dó nem piedade!

publicado por dojaya01 às 22:52
| comentar | ver comentários (5)

*posts recentes

* Está explicado...

* Homens de boa fé

* Os mabecos

* A Endogamia na Natureza

* Vai um copo?

* Carne para laboratório?

* Os dez anos da Dolly

* O elefante bebé (2ª parte...

* O elefante bebé

* Florestas do mar (I)

* Morcegos vampiros

* Amor entre morcegos...

* Afinal era tão fácil...

* Touradas e tradições

* Térmitas x Heitor

* O lince ibérico

* Entre o imaginário e a re...

* Os senhores dos ares

* Acabou

* Animais em perigo de exti...

 

 

 

 

*posts recentes

* Está explicado...

* Homens de boa fé

* Os mabecos

* A Endogamia na Natureza

* Vai um copo?

* Carne para laboratório?

* Os dez anos da Dolly

* O elefante bebé (2ª parte...

* O elefante bebé

* Florestas do mar (I)

* Morcegos vampiros

* Amor entre morcegos...

* Afinal era tão fácil...

* Touradas e tradições

* Térmitas x Heitor

* O lince ibérico

* Entre o imaginário e a re...

* Os senhores dos ares

* Acabou

* Animais em perigo de exti...

SAPO Blogs

*subscrever feeds